NOVA COLEÇÃO DE COBOGÓS NA AMOEDO DESIGN

AMOEDO DESIGN RECEBE NOVA COLEÇÃO DE COBOGÓS, INTEGRADA POR OITO MODELOS DE CERÂMICA, PRODUZIDOS À MÃO

ADOBE

Alguns modelos são assinados por arquitetos de renome, como Arthur Casas, Guto Requena e José Ricardo Basiches.

Adoro cobogó.
Inspirado nos muxarabis, elementos vazados de origem árabe com tramas pequenas e feitos de madeiras, o cobogó foi criado em 1929 por dois comerciantes e um engenheiro que usaram as iniciais dos seus sobrenomes para compor o nome “co-bo-gó”: Coimbra, Boeckmann e Góes.
Ele é um elemento vazado, normalmente feito de cimento, que completa paredes e muros para possibilitar maior ventilação e luminosidade no interior de um imóvel. Inicialmente, os cobogós eram feitos apenas de cimento. Com sua popularização, passaram a ser moldados com outros materiais, como argilavidro e cerâmica, variando também no formato e nos desenhos.

AMORFO
FINESTRA

Renovando o material, a AMOEDO DESIGN acaba de receber a coleção 2020 da Manufatti, integrada por oito novos modelos de cerâmica em tamanhos e formatos variados, todos produzidos à mão.  

BREEZE BRICK
CAPPIO

A coleção conta, inclusive, como peças assinadas por arquitetos de renome, como Arthur Casas, que desenhou o modelo Ípisolon, com elementos quadrados com apoios internos entre arestas. Já Guto Requena criou o modelo Rizoma, com design que lembra um caule de planta, enquanto José Ricardo Basiches desenvolveu o modelo Lado B., com desenho linear minimalista, que pode ser contínuo ou propositalmente interrompido ou desorganizado.  Outros modelos de cobogós: Breeze Brick (ideal para fachadas, pérgolas e coberturas), Finestra (inspirado nas janelas venezianas), Amorfo  (com design orgânico), Ornato (inspirado nas molduras) e Cappio (com design que lembra um laço).

AMOEDO DESIGN: Rua Farme de Amoedo, 82 – Ipanema. Tel.: 2287-7000

Advertising

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram