APARTAMENTO EM PORTO ALEGRE – MUITO MAIS QUE ACONCHEGO

Projeto de interiores de apartamento no bairro Moinhos de Vento, na capital gaúcha, mescla influências nórdicas com pitadas de brasilidade

 Ponto de partida do projeto de interiores deste apartamento de 70 m², em Porto Alegre, o conceito dinamarquês “hygge” aplicado na decoração está ligado a um estilo de vida que prioriza o conforto, trazendo a luz natural para dentro de casa e assim criando uma atmosfera acolhedora.
Aos elementos nórdicos, porém, mesclam-se toques de brasilidade que dão personalidade à moradia assinada pela designer de interiores Lisiane Scardoelli, junto com a acadêmica de arquitetura Luiza Jung, do Studio Cinque Arq & Design.

0

A neutralidade escandinava adere-se perfeitamente às necessidades dos clientes: um casal na faixa dos 50 anos de fora da cidade, mas que trabalha na Capital de segunda à quinta-feira. “Eles queriam algo mais que um hotel, um apartamento compacto, funcional e bem localizado, em busca de uma vida mais simples e descomplicada”, explica Lisiane, pontuando os elementos nacionais que aparecem nas lâminas naturais e nas peças assinadas por designers brasileiros.

1

LIVING

ILUMINAÇÃO COM TRILHOS

ILUMINAÇÃO COM TRILHOS

TV

TV

Paleta de cores neutras – que mescla tons de cinza, off white e amadeirados – dá o tom minimalista com refinamento nórdico. Para o piso, a escolha foi o porcelanato Portobello da linha Pietra di Firenze, com textura suave e acetinada inspirada no limestone italiano.

VISTA PARA A VARANDA

VISTA PARA A VARANDA

DETALHE COZINHA

DETALHE COZINHA

Nas paredes, o revestimento Liverpool (também da Portobello) e a azulejaria inspirada nas estações de metrô combinam tradição e contemporaneidade.

 “A iluminação foi pensada para criar diferentes climas. Luminárias clean brancas de sobrepor, trilho de iluminação e destaque para as assinadas da Luzes do Mundo. Na sala de estar, luminária de piso francesa BS1 em alumínio, da La Lampe Gras, de autoria do designer Bernard Schottlander, e na suíte luminária Birdie, da italiana Foscarini, em aço metalizado e policarbonato”, detalha a de interiores.

No living de 20,7 m², moderno sofá em viscose e algodão com braços baixos e design bem leve, pufe Luce em couro natural, almofadas de linho, tapete de microfibra e manta vazada de algodão. Fotos do edifício Copan, em São Paulo, adicionam um toque urbano-retrô ao ambiente. Estrela do cômodo, a mesa de centro ZalZuBó em freijó natural e black wood é criação do designer Francisco Pinto.

Já a mesa geométrica em madeira, de tampo chanfrado e base angulada, com acabamento em verniz tingido, define a área de jantar. Complementam o ambiente, tela da artista plástica uruguaia Marisu Bouquet e castiçais descolados de tubulação de cobre industrial.

JANTAR

JANTAR

11

Descolado do chão, o mobiliário da cozinha integrada ao living é leve e fluido. A ilha que divide o espaço do preparo das refeições da área social é revestida de granito branco itaúnas clean e acompanha as banquetas Base, de autoria da designer Renata Moura. A lavanderia foi incorporada à bancada de maneira discreta, e conta com nichos de armazenamento e tanque esculpido em granito que pode ser utilizado também como champanheira.

COZINHA

COZINHA

A composição amadeirada da cabeceira da cama, com as luminárias Birdie da Foscarini, a manta de maxi tricô artesanal e as cortinas fluidas de linho garantem a privacidade, permitem o controle da luz e aquecem o ambiente. O funcional home office conta com escrivaninha Olga de Simone Giovanella (estruturada por pés em ferro pintado e caixa em MDF laminada em freijó natural), cadeira Paris de Matheus Martins, estantes de aço com pintura eletrostática, poltrona Caju com madeira Tauari natural. O tapete da Oppa Design, feito a partir de uma pintura aquarelada com traços desenhados à mão por Rosenbaum e o Fetiche, deixam o espaço ainda mais convidativo.

CASAL

CASAL

DETALHE DA CAMA

DETALHE DA CAMA

ARMÁRIO

ARMÁRIO

BANHEIRO

BANHEIRO

ESCRITÓRIO

ESCRITÓRIO

 

 

Curta As Arquitetas no Facebook