REFORMA TOTAL INTEGRA OS AMBIENTES

Arquiteto Gustavo Passalini assina projeto de reforma total e decoração deste apartamento de 110m2, no Leblon, sob medida para um casal de jovens empresários

A integração da cozinha com a sala, o bancão cimentado ao longo de toda a parede da área social, a cama de casal padrão com visual de sofá no quarto de hóspedes e o banheiro social com pinta de lavabo são alguns dos destaques do projeto

Arquiteto GUSTAVO PASSALINI com o casal de moradores do apartamento no Leblon

Era um apartamento bastante antigo, com apenas um banheiro social. A planta (antes mal aproveitada) foi totalmente modificada, com atualização, inclusive, de toda a elétrica e hidráulica.



Com a reforma, a cozinha e a sala puderam ser integradas ou isoladas através de portas de correr em marcenaria, desenhadas pelo arquiteto e executadas em madeira tauari. Quando as portas estão fechadas, tem-se a impressão de uma grande caixa de madeira que camufla tanto a cozinha como o hall íntimo do apartamento.

O casal queria ter um lavabo no apartamento, mas a planta original não permitia este acréscimo. Foi então que o arquiteto teve a ideia de deixar banheiro social com cara de lavabo. Entre outros recursos, ele usou blindex espelhado para delimitar a área do box, impedindo a visão do chuveiro embutido no teto.

O quarto de hóspedes, que também funciona como escritório. A cama no quarto de hóspedes/escritório foi solicitada pelos moradores para que proporcionasse o máximo de conforto às visitas, já que hospedam amigos no apartamento com frequência. Como o espaço é usado como home office, o arquiteto desenhou uma cama de casal com cara de sofá, fugindo, portanto, do quarto de dormir tradicional.

A suíte master ficou bem maior, com closet atrás das portas de correr em espelho fumê, que também camuflam a TV quando está desligada.

O destaque da sala é um tapete rosa em degradê, executado pela Galeria Hathi, ideia do próprio arquiteto e que os moradores toparam na hora, já que a base do apartamento é bem neutra.

Outro destaque da área social é o bancão em cimento que se estende por toda a parede da tv e serve tanto de apoio para objetos, livros e equipamentos como também de assento da mesa de jantar. Este recurso foi uma grande sacada do arquiteto para o melhor aproveitamento da planta e também aumentar a sensação de amplitude do espaço.

Sobre o acabamento cimentício, presente tanto nas paredes como no teto da sala. “Amo cimento queimado e, especialmente neste tom, não havia no mercado. Fiz vários testes junto com a equipe que trabalhou na pintura até chegar ao cinza clarinho, quase off white. Os moradores gostaram tanto do resultado que decidimos aplicar o mesmo acabamento no teto”, conta o arquiteto. “Foi fundamental essa continuidade porque trouxe mais aconchego ao espaço, se comparado ao tradicional teto branco. Por mais que o cimento queimado seja considerado um elemento frio, neste novo contexto surtiu o efeito contrário”, acrescenta. A marcenaria executada em tauari também cumpre o papel de “aquecer” os ambientes.

A paleta de cores e os materiais do quarto do casal seguem a mesma linguagem de todo o apartamento: cimento queimado, madeira tauari, cinza, grafite. Neste caso, o ponto de cor acontece na poltrona verde esmeralda.

SOBRE O PROJETO:

Perfil dos moradores: casal de jovens empresários, com 30 e 35 anos.
Tempo total de elaboração e aprovação do projeto: 2 meses
Tempo total de execução do projeto, entre reforma e decoração: 5 meses
Conceito do projeto: apartamento jovem e sofisticado, com design, como desejava o casal.
Tipo de imóvel: apartamento linear, no segundo andar
Área total do imóvel: 110m²

Autor do projeto:  arquiteto Gustavo Passalini
Nome do seu escritório: Gustavo Passalini Arquitetura
Instagram profissional: @gpassaliniarquitetura
E-mail: contato@gpassaliniarquitetura.com

Fotógrafo: Denilson Machado, do MCA Estúdio (@mca_estudio)

Advertising

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram