A VISTA DA LAGOA INSPIRA O PROJETO

A vista da Lagoa inspirou o arquiteto Francisco Viana e o designer de interiores Guido Sant’Anna, definirem a paleta de cores do décor deste apartamento de 220 m2, em Ipanema: tons de turquesa e aqua esfumaçados, areia e notas de verde vibrante dominam a área social. 

arquiteto Francisco Viana e o designer de interiores Guido Sant’Anna acabam de dar um refresh no décor de um apartamento que Viana reformou e decorou há cerca de cinco anos. A dupla renovou os tecidos das almofadas, cortinas e roupa de cama, inseriu novas peças de mobiliário, objetos e tapetes, entre outros detalhes. Nesses cinco anos, a moradora Beth Accurso, empresária da área de recursos humanos, também adquiriu novas obras de arte, que foram devidamente harmonizadas com o acervo anterior.

VARANDA COM VISTA

VARANDA COM VISTA

VARANDA

VARANDA

SALA

LIVING

LIVING

LIVING

LIVING

LIVING

DETALHE DA TV

DETALHE DA TV

DETALHE DA TV

DETALHE DA TV

JANTAR

JANTAR

JANTAR

JANTAR

DETALHE

DETALHE

Localizado em Ipanema, o apartamento de 220m², que tem vista indevassável da Lagoa Rodrigo de Freitas, destaca a coleção de vidros e obras de arte assinadas por artistas brasileiros consagrados – entre eles, Iole de Freitas, Rubens Gerchman, Ianelli, Milton DaCosta, Ascanio MMM, Ivan Serpa, Jadir Freire, Gonçalo Ivo, José Rufino, Amílcar de Castro, Benevento, Toz, Luiz Hermano, Francisco Gomes Carneiro, entre outros.

SUITE

SUITE

De estilo contemporâneo e jovial, com alma carioca, o projeto apresenta paleta de cores inspirada na vista da Lagoa, com tons de turquesa e aqua esfumaçados, tons pálidos de areia e notas de verde vibrante na área social. Já no quarto do casal a dupla optou por uma base também neutra, pontuada de cores na roupa de cama, almofadas, cúpulas dos abajures, obras de arte e estofamento da poltrona.

SUITE

SUITE

BANHEIRO

BANHEIRO

A marcenaria foi pensada para trazer a sensação de aconchego, com boiseries clássicas interpretadas com linhas simplificadas e joviais. Na estante do living, o aparelho de televisão pode ser camuflado por painéis de correr.  O projeto de iluminação atende ao pedido dos moradores, planejado para valorizar as obras de arte. O mobiliário resgata o acervo de móveis do casal: luminárias, mesas laterais, mesa e cadeiras de jantar francesas; mesas de cabeceira inglesas antigas, assim como a tilt-table e o sofá-table; poltronas italianas. Os sofás foram desenhados pelo próprio arquiteto e executados em São Paulo. Todos os tecidos usados são da inglesa Designers Guild e da francesa Manuel Canovas; já o tapete do living, de estilo contemporâneo, tem origem indiana.

 De acordo com o arquiteto Francisco Viana, a nova intervenção no décor deixou o projeto mais casual e despojado que a versão anterior: “Optamos, no entanto, por manter o layout do projeto original, que foi pensado para quebrar a formalidade de um living estático e com ambientes rígidos, tornando o apartamento convidativo e permitindo acomodar numerosos convidados”, conclui.

Curta As Arquitetas no Facebook