VAMOS MORAR JUNTOS – E AGORA ?

Cinco dicas para quem vai “morar junto”

Você já morava sozinh@. Seu namorad@ também.
Agora resolveram ficar juntinhos na mesma casa, casados, “juntados”, morando juntos – o que seja.
E aí, como vai ser? Muitas coisas a serem pensadas para que tudo aconteça na maior paz e alegria, sem stress.
Selecionamos uma listinha, com cinco tópicos básicos, para ajudar  nessa nova fase da vida.

1) Onde vai ser? Na minha, na sua casa ou em um novo lugar?

Imagem de http://www.lifehack.org

Veja também – ESSE APARTAMENTO NÃO TE PERTENCE? ALUGADOS…

A decisão será mais fácil se cada um morar em um apartamento pequeno e resolverem partir para um maior, com um quarto extra, por exemplo. Aí é buscar um lugar diferente, tendo em mente que o novo espaço vai pertencer aos dois.
Agora, se for no apartamento de uma das partes, muita calma nessa hora!
Quem entra no apartamento deve buscar respeitar o espaço do outro. Já quem estava no local deve treinar o desapego e saber oferecer e abrir mão de parte de seu ninho.
Muita negociação para que tudo fique em paz. Decidido isso, vamos ao segundo ítem…

2) Qual o orçamento possível?

orçamento

Quanto o casal pode gastar com essa mudança? Uma previsão dessa disponibilidade é muito importante!
Além disso, como esses gastos vão ser distribuídos e como vão pesar no dia-a-dia da vida a dois?
Por exemplo, mais um ar condicionado na sala, é mesmo necessário?
Quanto vai representar no aumento da conta de energia? E a adega climatizada dos sonhos?
O máximo de itens do tipo devem ser pensados e conversados para que os atritos não surjam depois.

3) Dê uma boa olhada em suas coisas e decida: o que vai para a nova casa e o que vai ser doado.

before-search-2

Cada uma das partes deve olhar, primeiro individualmente, o que deseja manter e levar para a nova casa e o que vai ser dispensado. O orçamento, as predileções e as manias vão pesar na decisão.
Depois a dupla deve olhar com atenção o que cada um escolheu e decidir em conjunto.
Procurem ser objetivos e deixar que o novo espaço também defina as peças que vão ser usadas.
De que adianta levar aquele sofá micro para uma sala maior, ou insistir na cama imensa para um quarto menor. Negociação é tudo! Além disso, as peças podem se redistribuir de formas diferentes no novo apartamento e o sofá pequeno ficar ótimo no quarto extra.

Veja também FAZENDO A MUDANÇA SEM STRESS – 5 DICAS

4) Mantendo um espaço só seu.

morar junto

 

Se você já morava sozinho, desenvolveu hábitos que gosta de manter e que não são necessariamente os mesmos do seu parceir@.
Procurem respeitar o modo de ser de cada um e reservem um lugar, nem que seja uma poltrona, uma mesinha, para ser o seu lugar. Ali você pode ler, deixar as chaves, colocar o telefone para carregar, sem que o outro mexa com suas manias. Respeito, privacidade e espaço pessoal garantido são muito importantes.

Veja também CINCO DICAS PARA UMA CASA ACONCHEGANTE

5) Prepare-se para redecorar!

pintando

Tudo decidido, tudo combinado, mas … e agora? Como juntar o sofá preto dele com a mesa de madeira retrô dela?
Hora de redecorar ! Procure harmonizar cores, troque estofados e use a pintura como sua aliada na hora de reunir coisas aparentemente incompatíveis.
E não tenha dó ou peninha! Se não for compatível, se desfaça.
Melhor o espaço vazio e minimalista do que um monte de coisas atravancando a casa .
Resumindo: desapegue-se, contrate um arquitet@ para fazer um ótimo projeto e comece a nova vida com o pé direito! E o esquerdo também, numa dancinha bem animada… :)

Veja também PROJETO NOVO PARA APARTAMENTO ANTIGO

E olhe como nesse apartamento as cores integram as peças – PEQUENO, MAS SUPER ESPERTO.

morar junto

Imagem de http://www.lifehack.org

Curta As Arquitetas no Facebook