O ESTILO INDUSTRIAL MODERNIZA O APARTAMENTO

A arquiteta Kelly Figueiredo, do escritório Make Arquitetura

O imóvel era um antigo apartamento de família, que a arquiteta Kelly Figueiredo havia reformado anteriormente, com o objetivo de alugá-lo.
Após a devolução do imóvel pelo locatário, o proprietário, um médico urologista na faixa dos 75 anos, resolveu visitá-lo para ver seu estado e acabou se encantando, a ponto de decidir morar nele.

JANTAR – Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA
Cadeiras: Donna, assinadas por Guilherme Wentz, da Novo Ambiente
Mesa de jantar: Kolon, da Novo Ambiente
Banquetas pretas: Lenzi, assinadas por Zanini de Zanine, da Novo Ambiente
Quadro: artista Silvio Baptista, da Almacén Thebaldi Galeria
Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA
Luminária pendente: Emilie, da Dimlux
Quadro: artista Gonçalvo Ivo, acervo do cliente
Centro de mesa de metal vazado: Rosa Kochen
Vaso de cerâmica, da Rosa Kochen, sobre pedestal em aço, da Conceito
Vaso de piso: Oceania Moss Green, da Organne
Banquetas altas: Lenzi, assinadas por Zanini de Zanine, da Novo Ambiente
Estante: Velha Bahia

A arquiteta foi então convocada de novo, uma semana antes da pandemia, desta vez para ajustar o próprio projeto aos pedidos do novo morador: ele queria a cozinha aberta para a sala, apenas um quarto (no lugar dos três quartos originais), uma a área social bem espaçosa, um home office integrado à sala, além de muitas plantas espalhadas pela casa, que o morador ama de paixão!
Morando sozinho e sem receber hóspedes, ele queria muito espaço.

Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA
Pufe de couro marrom: Velha Bahia
Mesa Saarinen em mármore Carrara: Lider
Cadeiras Tiras: assinado pela Lattoog, da Lider
Aeron Chair: da Herman Miller para a Novo Ambiente
Quadro: artista Alejandro Lloret, da Almacén Thebaldi Galeria
Sofá em couro marrom: Lider
Quadro acima do sofá: Burle Max, acervo do cliente
Tapete: Galeria Hathi
Mesa lateral Balanço preta: assinado por Nada se Leva, da Lider
Poltrona Búzio azul: Lider
Sofá em couro caramelo: Lider
Baús de madeira antigo: Rosa Kochen
Almofadas: Codex Home
Tapete: Galeria Hathi
Mesas com tampo de madeira Slim: Lider

 

Após a demolição das paredes, a arquiteta se deparou com vigas e pilares estruturais e resolveu tirar partido deles, aplicando textura de cimento queimado. O estilo industrial se faz notar também na decoração, porém de forma sutil, com especial destaque para os estofamentos em couro marrom envelhecido e alguns móveis ebanizados ou com estrutura de ferro preto, associados a outros elementos em diferentes tons de azul e cinza. O resultado é uma atmosfera bastante acolhedora e masculina. O piso original em taco foi mantido e restaurado.

Poltrona Reverse: Novo Ambiente
Banquinho com assento em palhinha: Velha Bahia
Estante: Velha Bahia
Garrafas: Velha Bahia
Ampulhetas: Dracena Home
Escultura bola de madeira: Conceito
Bandejas em madeira, da Rosa Kochen
Prato verde: Tok Stok
Tapete Bellouchi: Lider
Pufe Back em couro: Lider
Sofá Hug: assinado por Solana Marianelli, da Lider
Espelho de parede Blad: assinado por Ronald Sasson, da Novo Ambiente
Acabamento da parede: textura em cimento queimado
Tela solar rolô: Amorim
Cozinha Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA
Armários: Favo
Revestimento da parede: Color Mind Army, da Decortiles, da Tanto Revestimentos
Misturador monocomando Deca: Tanto Revestimento
Luminária pendente: Lumera Iluminação
Banquetas vermelhas: Velha Bahia

Um pilar enorme, no meio da sala, foi usado para dividir a sala de TV e de estar. A TV ficou no antigo corredor dos quartos. Como o guarda-roupa de um dos quartos demolidos era novo, a arquiteta resolveu aproveitar a metade dele como apoio ao escritório que foi criado na sala e a outra metade ganhou função de guarda-louças.

Suíte Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA
BANHEIROS
Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta KELLY FIGUEIREDO da MAKE ARQUITETURA

Na opinião da arquiteta, o que define o projeto é coragem.
Coragem. Incrível como uma pessoa de 75 anos mergulhou de cabeça neste projeto, quebrando paradigmas e aceitando tudo que era diferente”, avalia Kelly Figueiredo.

Autoria do projeto: arquiteta Kelly Figueiredo
·        Nome do escritório: Make Arquitetura e Construção
@make.arquitetura
·        Tipo de imóvel: apartamento
·        Localização: bairro Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro
·        Área total: 98m²
·        Trata-se de um projeto de reforma completa, onde todos os cômodos foram trabalhados pela arquiteta, com a decoração praticamente toda nova, salvo as plantas,a estante em aço e madeira e o tapete azul da sala de TV, que foram trazidos da residência anterior.
·        Principais modificações na planta do imóvel: era um apartamento tradicional com 3 quartos e dependência de empregada. A arquiteta propôs a demolição de 2 quartos para ampliar a sala. Além disso, ela abriu a cozinha para a sala, aumentando sua luminosidade.
·        Divisão atual do imóvel, após a reforma: suíte do morador, banheiro social, escritório, sala de tv, sala de estar, sala de jantar, cozinha, hall, quarto e banheiro de empregada.
·        Tempo total de elaboração e aprovação do projeto: 2 semanas.
·        Tempo total de execução do projeto, entre reforma e decoração: 2 meses.
·        Ponto alto deste projeto: sem dúvida, ter tirado partido das vigas e pilares estruturais, deixando eles aparentes.
·        Palavras que definem o projeto, na opinião da arquiteta: “Coragem. Incrível como uma pessoa de 75 anos mergulhou de cabeça neste projeto, quebrando paradigmas e aceitando tudo que era diferente”, avalia Kelly Figueiredo.
·        Estilo da decoração: industrial leve
·        Fotógrafo: @DenilsonMachadoMCA, do @mca_estudio.
·        Produção: @falchiandrea

Advertising

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram