MORADIAS SUSTENTÁVEIS E ECONÔMICAS

Aliar agilidade e sustentabilidade à realidade econômica atual é o mote dos novos sistemas construtivos que facilitam a obtenção da casa própria

Projeto das arquitetas Andréa Medeiros e Cristina Capanema que será construído com o sistema da Smart Home, para a CASACOR Minas 2021.
Projeto das arquitetas Andréa Medeiros e Cristina Capanema que será construído com o sistema da Smart Home, para a CASACOR Minas 2021.

Os novos sistemas construtivos chegaram ao mercado da construção civil para trazer mais praticidade e agilidade. As evoluções e inovações arquitetônicas trazem para as cidades alguns modelos alternativos para as edificações.

São processos mais modernos e materiais diferenciados, sustentáveis e com melhor custo-benefício, como: steel frame, modular, pré-fabricado e container. Novas formas de construir que vêm ganhando cada vez mais espaço por conta de seus métodos inovadores e, principalmente, o mínimo impacto que causam ao meio ambiente.

A empresa Smart Home, por exemplo, é especializada neste tipo de inovação construtiva. Advinda de uma empresa que está há 50 anos no mercado, os sócios Bruno Veloso e Eduardo Ramos ramificaram a sua experiência no setor e trouxeram a modernidade dos novos métodos construtivos para a construção civil mineira.

De acordo com os empresários, estes novos modelos – ágeis e sustentáveis – podem ser utilizados em quaisquer tipos de projeto. “Nós trabalhamos com projetos para residências, hotelaria, escritórios, hospitais, UPA,s, todo e qualquer empreendimento que necessite ser feito em tempo recorde. Inclusive temos, em nossa equipe de projeto a adequação de projetos em alvenaria para modular”, explicam.

Estes métodos construtivos trazem mais rapidez para a finalização da obra, além de serem menos nocivos ao meio ambiente, inserindo uma maneira eficiente e sustentável ao mercado.

Projeto do arquiteto Francisco Morais que será construído com o sistema da Smart Home, para a CASACOR Minas 2021.

É importante frisar, também, que estes modelos de construção inovam não só no âmbito construtivo, mas no mercado econômico-social. Em princípio, já é um facilitador, pois com a construção modular o cliente já sabe o valor do seu projeto no início e não há alterações.  “Você recebe o seu projeto pronto, em qualquer lugar do país e, até mesmo, antes do tempo estipulado em contrato, tendo seu custo reduzido e a obra realizada com alegria”, frisam os sócios Bruno e Eduardo.

Outro fator interessante e importante em relação à Smart Home, é que ela possui o seu próprio financiamento, possibilitando que a população tenha mais opções na hora de realizar o sonho da casa própria, além do já tradicional modelo de alvenaria que, até então, era o único que trazia este diferencial para conquistar os clientes.

“Possuímos financiamento próprio, sem burocracia, sem consulta ao Banco, dando a opção de uma entrada de 45% do valor e o restante podendo ser parcelado em até 48X. Queremos abranger a inserção desse sistema inovador no mercado construtivo, mas, também, com vantagens e facilitadores econômicos”, encerram Bruno Veloso e Eduardo Ramos.

Este novo modelo construtivo poderá ser visto e conhecido na edição da CASACOR Minas 2021, que começa no mês de setembro, no Palácio das Mangabeiras, em Belo Horizonte. A Smart Home estará presente na mostra em três ambientes.

Advertising

Twitter
LinkedIn
Instagram