MEMORIAS – O IMPORTANTE É QUE EMOÇÕES EU VIVI




– memorias

É sempre muito lindo ver um projeto super clean.
Morro de inveja, mas acho tão difícil de concretizar… Como juntamos coisas!
São tantas emoções guardadas em um bilhete de metrô, no ingresso de um show, na pedrinha ou concha daquela praia maravilhosa e romântica que você visitou…
Tudo bem que devemos ser desapegados, mas tem coisas que podem ter mais valor do que uma jóia no espaço de nossa memória.
Os colecionadores entendem o que estou falando.
Eu, pessoalmente, gosto de ter certos objetos  à vista, à mão. Alguns até pendurados em mim, na forma de colares, pulseiras e anéis.
São como que sagrados.
Coisas da minha mãe, das minhas avós, das minhas filhas quando pequenas.
Meus ancestrais e descendentes, meu passado e o meu futuro, o amor traduzido em objetos. A continuidade que dá sentido à vida.
Emoticons reais, representando o significado de um momento. Afinal, como disse Roberto… o importante é que emoções eu vivi…

Ideias para manter em ordem seus objetos queridos, com elegância e cuidado. Agora, clean, não é dá pra ser, ok?

17

Estantes organizando tudo.

 

memoria

Reunir os objetos por temas em mesas fica bem charmoso.

memoria

Agrupados nas estantes, podem também se tornar quadros

2

Pendurados na parede em composição

E olha o que você pode fazer:

memo1

Quadros com as lembranças de viagem

 

Brinquedos da infância ou bottons da adolescência

Brinquedos da infância ou bottons da adolescência

1

A cristaleira abriga os objetos de recordação.

12

Criar caixas de cada viagem, com as recordações.

14

Cada viagem com sua foto.

 

 

 




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram