ARISTEU PIRES E A NOVA LINHA ZAHA

Inspirada na arquitetura de formas orgânicas de Zaha Hadid, linha Zaha, assinada por Aristeu Pires, chega ao ARQUIVO CONTEMPORÂNEO, com exclusividade no Rio

O designer Aristeu Pires e a linha Zaha que acaba de chegar no ARQUIVO CONTEMPORÂNEO

A ideia começou em um tamborete pequeno, leve e, ao mesmo tempo, resistente. As pernas esguias foram reforçadas por uma “mão francesa” com um desenho mais orgânico (influência art nouveau), dando a ideia de um galho que se bifurca. Inicialmente, o assento era estofado com espuma, mas essa combinação quebrava o visual desejado pelo designer. Foi quando, ao colocar apenas uma forração em couro, ele percebeu que seria, além de um banquinho, uma boa mesa lateral, ideal para uma xícara de café ou uma taça de vinho. Daí, derivou uma outra mesa lateral, mais alta, e duas mesas de centro em tamanhos e alturas diferentes. Nasceu, assim, a família Zaha, criação do designer Aristeu Pires, batizada com este nome em homenagem à arquiteta Zaha Hadid, internacionalmente conhecida pela arquitetura de formas orgânicas.

Banquinho ou mesa lateral Zaha assinado por Aristeu Pires
Banquinhos ou mesas de apoio Zaha assinado por Aristeu Pires
Mesas de centro Zaha assinadas por Aristeu Pires por 14.700 reais o par. Mais alta em freijó natural com tampo em couro:  R$ 7.800,00 (medidas: 80cm diâmetro x 42cm altura). Mesa de centro mais baixa, toda em freijó natural: R$ 6.900,00 (medidas:  100cm diâmetro x 35cm altura):

www.arquitetocontemporaneo.com.br.

@arquivocontemporaneooficial

Advertising

Twitter
LinkedIn
Instagram