NO MEIO DO CAMINHO HAVIA UM PILAR …

ARQUITETA PATRICIA MARINHO ASSINA PROJETO PARA UM APÊ DE 65 M2, SOB MEDIDA PARA UM JOVEM ADVOGADO QUE MORA SOZINHO, NO HUMAITÁ, NO RIO

Apartamento loft no Humaitá assinado pela arquiteta PATRICIA MARINHO

Originalmente, o apartamento tinha quarto de serviço e entrada de serviço independente, sendo a cozinha isolada do estar. Com carta branca dada pelo cliente, a arquiteta teve liberdade total para fazer as modificações que julgasse necessárias.

Sendo assim, a cozinha foi integrada ao estar, o quarto de serviço foi reduzido a um pequeno depósito e a porta de entrada de serviço foi eliminada.  A partir desse conceito, foi possível aumentar a área social, abrindo espaço para uma mesa de jantar entre o pilar e o depósito. Este intervenção também gerou um canto extra na entrada do apartamento, que foi transformado em home office.

E o pilar?
Quando a demolição começou, a arquiteta constatou a presença de um enorme pilar, mas o que seria um possível problema acabou se transformando em inspiração.  A execução do concreto estava tão boa que ela resolveu mantê-lo em seu estado bruto, sem acabamento. “A massa que cobria o grande pilar foi retirada até o concreto ficar totalmente exposto. Em seguida, aplicamos um verniz fosco”, conta. A arquiteta também projetou uma porta de correr escura que permite isolar o quarto e o banheiro da sala, oferecendo assim mais privacidade para a área íntima, quando necessário.

Autoria projeto: Patricia Marinho Arquitetura & Design
·        Site: www.patriciamarinho.com.br
·        Localização do apartamento: Humaitá, bairro na Zona Sul do Rio de Janeiro
·        Área: 65m2
·        Perfil dos moradores: Jovem advogado, com carreira promissora, que mora sozinho. Esta é sua primeira moradia.
·        Toda a decoração é nova, assim como toda a marcenaria, que foi projetada pela própria arquiteta Patrícia Marinho.

Destaques do projeto, na decoração e na arquitetura de interiores:
1.     O tampo da mesa de jantar, que parece flutuar entre o pilar e a parede do depósito. 
2.     O rebaixamento de teto na entrada do apartamento, que delimitou visualmente o espaço destinado ao home office dentro do estar e ainda proporcionou a criação de uma sanca com iluminação indireta.
3.     O piso especificado para a cozinha, a área de serviço, o novo corredor e o espaço jantar, que segue a linguagem do pilar em concreto aparente.
4.     A cor laranja, presente nas paredes e no teto da cozinha, criando uma nova perspectiva nos espaços. 
5.     A porta de correr instalada na sala, que ofereceu mais privacidade para suíte do morador. 
6.     A marcenaria sob medida, que conectou os novos espaços do estar.
empo entre ideias, projeto e execução, incluindo finalização da decoração: 4 meses.
Fotos:  Gustavo Wittch

Advertising

Twitter
LinkedIn
Instagram