ESTILO INDUSTRIAL COM TOQUES PRAIANOS

LOCALIZADO NO JARDIM BOTÂNICO, ESTE APARTAMENTO TÉRREO COM 74M2 SÓ DE ÁREA EXTERNA GANHOU ARES DE CASA NA SEGUNDA REFORMA, COMANDADA PELA CO+LAB JUNTOS

Poltrona costela: Abracasa Luminária de piso: Ângulo iluminação Quadros: Urban Arts Tapete: Galeria Hathi Mesas laterais: Lider Ítens de decoração (centro de mesa, caixas, passarinho, corrente): Lider Almofadas: Studio Nara Maitre Home Serralheria da estante: Alexandre Hirsch Marcenaria da estante: AEM Design de Móveis Paisagismo: Casa de Anas
Poltrona costela: Abracasa Luminária de piso: Ângulo iluminação Quadros: Urban Arts Tapete: Galeria Hathi Mesas laterais: Lider Ítens de decoração (centro de mesa, caixas, passarinho, corrente): Lider Almofadas: Studio Nara Maitre Home Serralheria da estante: Alexandre Hirsch Marcenaria da estante: AEM Design de Móveis Paisagismo: Casa de Anas

Os clientes já moravam no apartamento e tinham feito uma reforma há alguns anos, quando a cozinha foi aberta para a sala, o revestimento da piscina foi trocado e um deck deslizante foi colocado sobre ela. Mesmo com essas mudanças, o casal não sentia “em casa” no imóvel. Faltava a personalidade deles no espaço.
Chamaram, então, o escritório Co+Lab Juntos para imprimir mais aconchego, conforto e vida no apartamento. Algumas peças do acervo dos moradores foram aproveitadas no novo projeto, com a mesa de jantar, o sofá (que foi reestofado) e as camas.

Ao chegarem no apartamento, as arquitetas já encontraram algumas intervenções, como vigas descascadas com concreto bruto aparente e as esquadrias da cozinha para a sala. Elas tiraram partido desses elementos para fazer novas intervenções no espaço, sem que destoassem do todo.
Como a cliente necessitava de mais espaço de armazenamento e queria um móvel com um visual mais moderno para a sala, as arquitetas projetaram a estante em serralheria preta fosca, com nichos e prateleiras em madeira freijó. “Soltamos a estante do piso para trazer mais leveza e projetamos as prateleiras em diferentes alturas para tornar o móvel mais fluido”, explica a arquiteta Juliana Gonçalves.

Para fazer esse projeto, as arquitetas “abraçaram” os gostos dos clientes – que amam praia/mar mas também se interessam pelo estilo industrial – e aliaram esses dois lados para chegar ao resultado final. Por se tratar de um apartamento de andar térreo com bastante espaço na área externa, as arquitetas buscaram soluções para deixá-lo com clima de casa, cuidando, especialmente, para que todas as portas e janelas tivessem vista para o novo paisagismo, como se o lado de fora fosse o quintal de uma casa.

Paisagismo: Casa de Anas Cadeiras de corda: Tidelli Almofadas: Tidelli e Brisa Home Mesas e bancos (acervo pessoal)

Na área externa havia pouca vegetação e a iluminação era inadequada. Grande parte dessa área externa não era usada pelos moradores, exceto a piscina e a churrasqueira. As arquitetas modificaram o layout e investiram em novos mobiliários para setorizar os usos da área (que é muito extensa e estava subutilizada) em: espaço zen, espaço de estar/refeições e espaço da piscina. Agora, a família consegue aproveitar cada m2 do lado de fora.

Na área externa, itens estruturais como piscina e deck já existiam. Junto com o paisagismo, as arquitetas conseguiram dar mais vida e destaque ao espaço, além de novos usos.

Nos quartos, as arquitetas projetaram marcenarias específicas, de acordo com as necessidades dos clientes; no quarto do casal, em particular, a parede revestida em tijolinhos trouxe mais vida ao ambiente, que também ganhou decoração nova.

Almofadas coloridas e colcha: Studio Nara Maitre Home Manta e almofadas neutras: Brisa Home Luminária de mesa: Ângulo iluminação Quadro: Urban Arts Tijolinho: Passeio revestimentos Tapete: Galeria Hathi Cômoda: AEM Design de Móveis
No quarto do casal, as arquitetas replicaram o conceito da viga descascada da sala e revestiram a antiga parede branca com tijolinho irregular, na cor natural, para imprimir um visual mais industrial no ambiente. Elas também projetaram uma nova cômoda lateral, que funciona como mesa de cabeceira para a cliente, acrescentando espaço de armazenamento.

Quanto a paleta de cores da decoração, na sala e nos quartos as arquitetas usaram tons claros e neutros como base (paredes, sofá, mesa), pontuando com cores quentes e terrosas em adornos. Já na área externa, o azul predominou por ser uma das cores favoritas dos clientes. “A madeira também é um elemento muito marcante neste projeto e teve como objetivo trazer a sensação de aconchego e acolhimento que sempre buscamos em nossos trabalhos”, conta a arquiteta Fernanda Matoso.

Autoria do projeto: arquitetas Juliana Gonçalves e Fernanda Matoso
·        Escritório: Co+Lab Juntos Arquitetura e Interiores
·        Instagram comercial: @colab_juntos_
·        Tipo de imóvel: Apartamento térreo
·        Localização: Jardim Botânico – Rio de Janeiro – RJ
·        Área total (sem a área externa):  90 m² total (o projeto interviu em 30m² de sala e 12m² de quarto do casal)
·        Metragem só da área externa: 74m²
·        Perfil dos moradores: Casal de empresários na faixa dos 35 anos, com um filho de 5 anos.
·        Cômodos atuais do apartamento: sala de estar, sala de jantar, cozinha e área de serviço, quarto do filho, quarto do casal, escritório e área externa
·        Maior desafio deste projeto: A pandemia. As arquitetas iniciaram o projeto um pouco antes do início da pandemia, que atrapalhou sua execução. Mas agora os clientes estão muito satisfeitos de poder ficar em casa, com tudo pronto, com a cara deles.
·        Ponto alto deste projeto: A área externa, que sempre surpreende as visitas, e o fato de agora o apartamento ter mais a ver com o gosto e a personalidade dos moradores.
·        Estilo da decoração: Industrial com toques de praia
·        Tempo de elaboração e aprovação do projeto: 2 meses
·        Tempo de execução da obra e finalização da decoração: 1 ano (por conta da pandemia)
·        Fotógrafa: @luizaschreier.archphoto

Advertising

Twitter
LinkedIn
Instagram