ARTE E DESIGN SÃO DESTAQUE NO APARTAMENTO EM SÃO CONRADO

Arquiteta Bianca da Hora assina projeto de reforma total e decoração deste apartamento com ares de galeria de arte, na Praia de São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro.

A arquiteta Bianca Da Hora

Com 280m2, este apartamento de frente para a Praia de São Conrado, na Zona Sul do Rio de Janeiro, acaba de passar por uma grande reforma pelas mãos da arquiteta carioca Bianca da Hora, à frente do escritório Da Hora Arquitetura.

Apartamento na Praia de São Conrado assinado pela arquiteta BIANCA DA HORA

O projeto, que também inclui a nova decoração, levou quatro meses para ser elaborado e oito meses para ser executado. Pensado nos mínimos detalhes, buscou valorizar as muitas obras de arte dos clientes – um casal de colecionadores, que também tem paixão por mobiliário brasileiro de design assinado. “Eles queriam um apartamento-galeria, mas que fosse, ao mesmo tempo, acolhedor. E espaço para expor também muitos objetos de design, alguns relacionados ao universo da moda, garimpados em viagens pelo mundo afora”, conta a arquiteta.

Com 100m2, a sala é, sem dúvida, a grande estrela da casa. A metragem atual é resultado da demolição de um dos quartos, que ajudou a ampliar ainda mais a área social do apartamento. As paredes mantidas foram forradas com painéis de marcenaria, ora com acabamento em madeira natural ora com pintura branca, deixando os espaços mais acolhedores e propícios para expor e valorizar obras de artistas plásticos consagrados, como Palatinik, Vik Muniz, Jorge Mayet, Alexandre Mazza, Galvão, Adriana Duque, Galvão, entre outros grandes nomes. “O piso de madeira, em substituição ao piso antigo, foi uma exigência dos cliente, também com o intuito de deixar os espaços mais calorosos e acolhedores”, conta Bianca.

Do mobiliário nacional, o grande destaque são as inúmeras criações do mestre Sergio Rodrigues espalhadas pelas salas, como as cadeiras de jantar Lucio, os banquinhos Sonia, Mocho e Magrini, e as poltronas Benjamin, Mole e Paraty. Mas há ainda peças assinadas por Etel Carmona (cadeiras 22 com braço), Jean Gillion (poltrona Jangada), Jorge Zalszupin (banco Capri), Jader Almeida (mesas Legg e Jardim, luminárias pendentes Nutt), entre outros nomes premiados, tudo garimpado no Arquivo Contemporâneo.

O projeto de iluminação, repleto de luzes indiretas, foi pensado para valorizar a marcenaria de traços limpos, desenhada pela própria arquiteta, e, claro, valorizar ainda mais as obras de arte do casal. Já a decoração, como um todo, segue uma paleta de cores onde predominam o branco, o preto e cinza, sempre associados à madeira natural, para criar uma atmosfera, ao mesmo tempo, sofisticada e cosmopolita. “Com esmero nos detalhes e uma vista de arrancar suspiros, esse projeto reflete o estilo carioca de morar, mas com sofisticação. Os muitos objetos dão alma à casa e, no dia-a-dia, resgatam a memória afetiva dos moradores”, avalia a arquiteta Bianca da Hora.

Fotógrafo: Juliano Colodeti, do MCA Estúdio (@mca_estudio)

Advertising

Twitter
LinkedIn
Instagram