VOU-ME EMBORA PRÁ PASARGADA




– por Ana Lucia Timm Alves Aleia_Barbosa_Rodrigues,_no_Jardim_Botânico_do_Rio_de_Janeiro_-_Brasil “Minha terra tem palmeiras, onde canta o sabiá.
As aves que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá”
Mas, “vou-me embora prá Pasargada, que lá sou amiga do rei”
Aqui estou… No país dos outros.
Buscando humildemente uma residência temporária.
Para passar uma “temporada” em paz.
Aqui sou amiga do rei. Rei que nada mais é, que minha própria consciência , que me alerta e incita, a escolher a paz, em detrimento de outras coisas.
Deixo na minha terra, queridos que ainda querem lutar por algo diferente que a minha paz… Deixo uma terra mais que amada, idolatrada, mas que por muito maltrato, perdeu seu encanto. Sinto mêdo, embalada por seu canto…
E isso é ruim…
Quisera poder dizer Que dos filhos deste solo és mãe gentil…mas não és
Agora és somente minha “Pátria Amada Brasil”…

 

lulufotoAna Lucia Timm
Arquiteta – Professional Organizer
lulutimm@icloud.com
 Ana Lucia está de mudança para o Uruguay, e divide conosco suas impressões. Veja também “Agente do Destino” http://www.asarquitetasonline.com.br/agente-do-destino/




Advertising

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram