POR UM NATAL E ANO NOVO COM MENOS




por João Renato Marandino Teixeira

O texto é de 2014, mas vale para 2015, 2016 …

8

Somos todos honestos. Somos todos pacíficos. Somos todos abertos às diferenças. Somos solidários. Somos humanitários. Somos pacientes. Somos perfeitos.
Será? Será?
O que realmente estamos fazendo pelo mundo que as futuras gerações irão herdar?
A meu ver, estamos muito aquém daquilo que imaginamos de nós mesmos…

Tem aquela história de que todo homem deve ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore. Quantas vezes ouvi isso durante a minha vida.
É hora de parar e dizer: não!
Há homens (ou mulheres, me entendam) que não querem ter filhos. Querem viver de outra forma, trabalhando, na esbórnia, viajando ou qualquer outra opção…
Plantar uma árvore já não representa nada de significativo para a perpetuação de um ambiente saudável (sei que muitos vão me excomungar por isso), mas há tantas outras atitudes que poderiam fazer maior diferença na busca de um ambiente mais propício à sobrevivência humana.
Economizar água, energia, não desperdiçar comida, consumir menos, dar carona…
Por fim, escrever um livro!
Muito legal e coisa e tal, mas escrever um livro?
Quem me conhece e sabe que escrever é uma de minhas paixões deve estar pensando: Enlouqueceu!
Mas, mais importante seria intervir, agir, promover as mudanças necessárias para a criação de um mundo melhor.

Afinal, o que estamos fazendo? Somos realmente tão perfeitos e conscientes e responsáveis??
Acho que não!
Falhamos na tarefa de entregar um mundo melhor a quem vem depois…

Mas é Natal! Ano novo! E nos é dada MAIS UMA CHANCE!
O que posso desejar para 2014?
Que sejamos mais honestos com nossas expectativas e façamos algo diferente. Revolucionário. Determinante.
Que possamos ser realmente o que pensamos ser, esta mera fantasia de ser especial! Que possamos ser melhores. Que possamos fazer a diferença!
Que possamos ser aquilo que sonhávamos em nossa juventude.

Um 2014 diferente de todos os anos que se passaram. Com menos! Menos presunção! Menos ambição! Menos devaneios supérfluos! Que sejamos diferentes de tudo o que fomos até agora.
Não somos especiais, não somos o centro do universo, não somos aquilo que tentamos mostrar aos outros. Mas podemos fazer a diferença! Juntos.
É isso que desejo para o ano que se aproxima.

Saúde a todos. Humildade. Felicidade.
Façamos a diferença!

 

joao renato

 

João Renato Marandino Teixeira
Publicitário e pai




Curta As Arquitetas no Facebook