MORAR MAIS – QUARTO INFANTIL PENSANDO EM REUTILIZAÇÃO E DURABILIDADE

A greve global pelo clima – que acontece hoje, (20) em 150 países, incluindo o Brasil –, leva milhares de manifestantes às ruas. Eles exigem medidas concretas para frear as emissões de gás carbônico e combater o aquecimento global, informa a organização.
As manifestações ocorrem um dia antes de começar a Cúpula pelo Clima, da Organização das Nações Unidas (ONU), que deverá ocorrer de 21 a 23 de setembro, em Nova York.

E a atitude individual faz diferença? Claro! Sim!
Não só pelo engajamento, mas pelo exemplo, pela influência que podemos exercer em nosso pequeno círculo.
O projeto do quarto de criança abaixo pensa nisso: durabilidade, reutilização e uma vida mais consciente para a criança que vai viver nele (e neste planeta…)

MorarMais
Cris Polli e Raquel Martins

O conceito de reaproveitamento está presente em cada detalhe do projeto assinado pelas arquitetas Cris Polli e Raquel Martins para a mostra Morar Mais Por Menos, que acontece até o dia 22 de setembro no CasaShopping, no Rio de Janeiro. O “Quarto dos Irmãos”, como foi batizado o espaço, marca a primeira participação das profissionais em mostra.

O ambiente foi pensado para dois irmãos entre 06 e 08 anos. Contudo, a ideia principal é o aumento da vida útil do projeto, podendo ser adaptado até certa etapa da adolescência. “Para conseguirmos essa durabilidade, optamos por uma marcenaria funcional, que se adequa às necessidades dos meninos enquanto crescem”, explica Raquel.

Em 24 m², um conceito divertido e colorido se faz presente nos detalhes. As paredes em pinturas geométricas trazem um ar contemporâneo e leve ao espaço, agradando ao público infantil. Além disso, a pintura custeia o valor do projeto, deixando-o mais em conta e torna-se mais viável adaptar as paredes a um quarto de adolescente.

Outra questão importante no espaço é o lúdico e o incentivo ao desenvolvimento intelectual da criança: além da mesa de estudos, o espaço conta com uma decoração solidária: um jogo da velha feito em uma das paredes. A criação desse jogo é das arquitetas, que reaproveitam madeiras de descartes de antigos projetos. Pallets reaproveitados e latões pintados também integram a decoração do quarto.

A arquiteta Cris Polli ressalta a importância do reaproveitamento dentro dos projetos. “A questão vai além de uma preocupação financeira. Reaproveitar materiais e itens é uma excelente oportunidade de ter uma decoração única e íntima, que possua grande significado para a criança”.

No banheiro, as paredes recebem um mircrocimento como revestimento.

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram