LANÇAMENTO DO LIVRO “MÓVEL MODERNO BRASILEIRO”

Editora Olhares lança o livro “ Móvel Moderno Brasileiro” no Rio de Janeiro

movel moderno

Título que classifica de forma extensiva o trabalho dos principais designers do período, será lançado na livraria Argumento no dia 24 de novembro

Os galeristas Alberto Vicente e Marcelo Vasconcellos, foram os responsáveis por selecionar os 15 nomes mais representativos dessa fase aúrea. Ao longo de 484 páginas, as obras de nomes  como: Lina Bo Bardi, Joaquim Tenreiro, José Zanine Caldas, Sergio Rodrigues e Jorge Zalszupin, são apresentadas em detalhes.

A publicação permite perceber detalhes do raciocínio criativo e as variações de solução construtiva e estética empregadas por cada um dos designers abordados. “[Nosso objetivo foi,] com essa amostra generosa, provocar a análise conjunta desses autores, das proximidades e peculiaridades de suas peças, das variações de linguagem ao longo dos anos”, explicam os organizadores no texto de apresentação.

A abordagem do texto é embasada e assinada pela Maria Cecilia Loschiavo – professora e autora da mais importante fonte bibliográfica acadêmica sobre o assunto, originalmente datada de 1995 e reeditada pela própria editora olhares – em parceria com sua colega Tatiana Sakurai. A dupla repassa os elementos de formação da gênese do design moderno brasileiro e tece uma análise que conduz o assunto até seu contexto atual de diálogo com a arte e valorização internacional. Em um trecho, elas comentam: “O conjunto das obras aqui documentadas manifesta diferentes percursos coexistentes no design de mobiliário brasileiro no século XX. Observa-se a forte tradição do emprego da madeira e a inquietante singularidade das peças.

Também registram um capítulo da relação tão delicada quanto complexa entre arte e design. Por razões de ordem várias, muitos desses móveis saíram de seus cotidianos originais e passaram a integrar acervos de museus, galerias ou mesmo coleções privadas, expostos em vitrines, pedestais, integrando cotidianos de vidas em contexto diverso daquele em que foram gerados. Esses museus e galerias são agentes responsáveis pelo estabelecimento de novas hierarquias e categorias. (…) Mas qual o sentido do moderno e da nostalgia do moderno nos dias atuais? O que se busca com essa valorização do design do móvel moderno brasileiro? Que processos agenciam essa ativação? É importante considerar que o modo de percepção do móvel é mediado pela imagem e pelo imaginário no qual é percebido contextualmente, reforçando aqui a compreensão de um objeto como fenômeno cultural.”

O livro conta ainda com prefácios de 4 nomes fortes do design.  O primeiro, de Jeniffer Roberts, CEO da Design Miami, comenta sobre a reiteração da força que o design brasileiro tem ganhado no mercado internacional e a importância de publicações como está em questão. O designer Marcelo Ferraz sugere um olhar mais atento ao patrimônio cultural que esta produção representa. Já o galerista Jones Bergamin, recorda a compra das obras e objetos da casa de Tenreiro, após seu falecimento, e o vínculo afetivo que isso gerou para ele desde então, e para finalizar o colecionador Walton Hoffmann ressalta a grande lacuna de reconhecimento pela qual passou o móvel moderno e também que sua reversão ocorreu a partir da consagração no exterior.

Além disso, há também perfis biográficos de cada um dos principais autores e dois capítulos extras, um sobre contribuições de arquitetos para o design moderno de mobiliário e o capítulo final sobre outras contribuições, deixando clara a extensão da produção no período.

O livro foi viabilizado com patrocínio das galerias Mercado Moderno, Bolsa de Arte e a francesa Marechal Chastel, e da Quadra Capital além do apoio de colecionadores e de ExBra, Quaker, Prime Log e Instituto Sergio Rodrigues.

 


Lançamento Móvel Moderno Brasileiro
Data: 
24 de novembro
Horário: 19h às 22h
Endereço: Livraria Argumento – Rua Dias Ferreira, 417 – Leblon

 

Editora Olhares

www.editoraolhares.com.br

Tel : 11 2924-1744

 

 

Curta As Arquitetas no Facebook