LANÇAMENTO DO LIVRO DESIGN BRASILEIRO – LUMINÁRIAS




Livro com o melhor do design brasileiro de luminárias, de 1950 até hoje, é lançado na Saddock 207

Clássicos como a luminária Eclipse, de Maurício Klabin, nomes fortes como Sergio Rodrigues e os irmãos Campana e a surpreendente produção de jovens designers como Dennys Tormen, Bruno Faucz e Pedro Venzon. Tudo isso – e muito mais – faz parte do livro Design brasileiro – luminárias, da Editora Olhares, lançado ontem na Saddock 207.

Organizado pelos designers André Bastos e Guilherme Leite Ribeiro, do Estúdio Nada Se Leva, e por Marcelo Vasconcellos, dono da Galeria MeMo (que fica no primeiro andar da Saddock), o livro traz um panorama da evolução do design nacional, da década de 1950 até os dias atuais, com peças escolhidas por serem representações relevantes da produção brasileira nesta época. Estão lá Carlos Motta, Rodrigo Almeida, Cláudia Moreira Salles, Zanini de Zanine e Carol Gay, entre 70 dos mais produtivos designers do país. “O nosso ‘borogodó’ fica evidente através de uma veia lúdica, um colorido a mais, a exuberância nos detalhes e as referências em nosso artesanato e folclore”, escrevem André e Guilherme na apresentação do livro.

Confira nas fotos de Angela Falcão quem esteve lá.

Aida Boal e Gabriela Eloy

Aida Boal e Gabriela Eloy

Aida Boal, Marcelo Vasconcellos, Otavio Nazareth Pedro Moog e Leonardo Latavo

Aida Boal, Marcelo Vasconcellos, Otavio Nazareth Pedro Moog e Leonardo Latavo

Felipe Tubinambá e Guilherme Leite Ribeiro

Felipe Tubinambá e Guilherme Leite Ribeiro

Guilherme Leite Ribeiro e Ana Maria Cordeiro Guerra

Guilherme Leite Ribeiro e Ana Maria Cordeiro Guerra

Maneco Quinderé e Otavio Nazareth

Maneco Quinderé e Otavio Nazareth

Marcelo Vasconcelos, Guilherme Leite Ribeiro e André Bastos

Marcelo Vasconcelos, Guilherme Leite Ribeiro e André Bastos

Otavio Nazaretg, Marcelo Vasconcellos, Pedro Moog e Leonardo Latavo

Otavio Nazaretg, Marcelo Vasconcellos, Pedro Moog e Leonardo Latavo

 

 




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram