INDÍGENAS




– indígenas
Quando fui  ver o filme “Raoni”, na época da faculdade, lembro-me de que uma das coisas que mais nos impressionou foi ver índios fortes, guerreiros, altivos e não aqueles que conhecíamos.

Não eram àqueles que estávamos acostumados a ver na TV, no “Amaral Neto, o Repórter”.  Ou quando íamos acampar na Bahia. Pessoas que  ficavam vendendo coisas e pedindo dinheiro.
O que conhecíamos  era um povo já despojado de suas raízes e de sua cultura. Mas é que sabíamos tão pouco sobre eles, sobre nós mesmos, da nossa cultura…
Penso que continuamos assim, sem ver ou saber. E sem querer ver.
O texto de Eliane Brum na Revista Época prescinde de qualquer comentário, principalmente  da minha parte. Precisa ser lido.
http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/decretem-nossa-extincao-e-nos-enterrem-aqui.html
E vou deixar algumas imagens retiradas do Museu  Nacional – UFRJ.
Sim, o nosso Museu da Quinta da Boa Vista aqui no Rio de Janeiro, e que ficou por tanto tempo abandonado, tem um site ótimo!
Durante a pequena pesquisa (bem difícil aliás, achar material de qualidade na internet sobre o assunto) encontrei também um livro lindíssimo e detalhado: A Plumária Indígena Brasileira no Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, de Sonia Ferraro Dorta e Marília Xavier Cury.

BONECA KARAJÁ

 

CESTO NAMBKWARA
COIFA DE PENAS COM MANTO MUNDURUKU

 

ESCUDO DOS UAPÉS


FAIXA FRONTAL DE PENAS
MÁSCARA TIKUNA
VASO PINTADO KADIWEU


Agradecimentos a Otavio Moreira Lima, que compartilhou o texto de Eliane Brum

http://www.museunacional.ufrj.br/MuseuNacional/ETNOLOGIA/ETNOBRA.htm
http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/decretem-nossa-extincao-e-nos-enterrem-aqui.html
http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/454560/a-plumaria-indigena-brasileira/?&PAC_ID=122220&utm_source=google&utm_medium=shop&utm_campaign=feed




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram