FAÇO MUDANÇAS




por Ana Lucia Timm

mudanca-de-casa

É verdade!
Aquelas mudanças, com empacotamento, listagem de iténs, descarte de coisas inúteis, e posterior arrumação na nova residência, no novo espaço. Agora vivo mais uma vez, a minha própria mudança.
Não mais fácil que as outras, por envolver por completo minha alma.
Esvaziamento – Entendo agora, porque certas pessoas necessitam dos meus serviços para isso.
Empacotar, embalar , não representa somente um trabalho cansativo e extenuante fisicamente. O pior é a revolução que acontece em mexer e remexer com memórias ( físicas, afetivas, olfativas), que os lugares e as coisas guardam. Grupá-las e acondiciona-las em caixas, ás vezes significa viver aquilo novamente. Muitas vezes decretar a morte de algumas delas.

2
Esvaziar o espaço onde vivemos, é também definir o que deixaremos para trás, e o que levaremos para a próxima “casa” ou “vida”. Ao final de cada dia, desta etapa de esvaziamento, me sinto muito cansada fisicamente, e também melancólica e pensativa…
Esvaziar a vida/casa de alguém , é um trabalho que requer muito respeito e carinho. Sempre me doei, e prossigo me doando integralmente a isso. Acredito que isso sempre foi o diferencial do meu trabalho, e por isso funciona tão bem!
Arrumação. Esse segundo momento é muito cansativo fisicamente, mas imensamente gratificante! Colocar em ordem pertences e afins, redefinindo um novo espaço para personagens antigos…tudo limpo, em ordem ,arrumado!
Ao finalizar esta etapa, todos sem exceção estamos felizes, animados e encantados com a possibilidade de um reinicio!
Com o passar do tempo entendi, que efetivamente precisamos guardar, não as coisas que serão úteis ( estas encontraremos novas e mais funcionais), mais sim aquelas que ainda nos emocionam, mesmo sem termos uma boa explicação para isso.
Fica a dica!

3

lulufoto     Ana Lucia Timm
     Arquiteta – Professional Organizer
     lulutimm@icloud.com




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram