DECORAÇÃO RUBRO-NEGRA

Decorar em tons rubro-negro e expor duas motocicletas antigas na sala de estar foram alguns dos desafios da arquiteta Paula Costa ao projetar esse apartamento de 110m2, no Leblon,para um homem de 55 anos, separado e que mora sozinho

Apartamento no Leblon assinado pela arquiteta PAULA COSTA

Como ele é colecionador de motocicletas antigas, pediu à arquiteta para inserir na decoração da sala dois xodós: uma Yamaha Mini Enduro 50 (ano 1973) e uma Honda ST 70 (ano 1972).

Todos os cômodos foram trabalhados pelo escritório Paula Costa Arquitetura. À exceção da poltrona de época estilo Luís XVI, que é uma herança de família, toda a decoração do apartamento é nova.

Principais modificações na planta do imóvel: 
. A cozinha foi totalmente integrada à sala, trazendo vários benefícios ao morador – além de aumentar a sensação de amplitude no apartamento, tornando-o mais funcional, deu mais privacidade à área íntima da residência, já que na planta anterior era necessário acessar a circulação dos quartos para ir da sala à cozinha.

. Como o imóvel não tinha lavabo, a arquiteta adicionou um na planta, localizado no hall íntimo. Ela também ampliou um dos quartos e realocou a área de serviço onde antes havia um quarto de empregada sem qualquer utilidade para o morador.

·       A sala de jantar foi eliminada, sendo substituída por uma mesa de refeições integrada à península da cozinha

·       Outro pedido do morador foi em relação às cores, também um grande desafio para a arquiteta, que a deixou bastante tensa em um primeiro momento. Por ser flamenguista, ele queria um projeto com as cores do time: vermelha e preta. O resultado, sem cair no clichê, surpreendeu a própria arquiteta.

·       No geral, o morador solicitou um projeto funcional para um homem solteiro, que mora sozinho. 

Fotógrafo: Juliano Colodeti, do MCA Estúdio

Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram