Como o cafezinho revela sua personalidade




  • por Leo Aucar

Já tomou um cafezinho hoje? Ok, vai lá que eu espero…

De volta?

Explico meu inquérito. Aqui nas Arquitetas temos grande devoção pelo café. Ele nos acorda, nos esquenta e nos diz que tudo vai ficar melhor, além de sempre gerar muita audiência no Facebook. E talvez você não saiba, mas o cafezinho que você decidiu tomar pode dizer muito sobre sua personalidade. Os estudos nessa área tem se aprofundado há milênios, especialmente entre os árabes para os quais a análise de personalidade a partir da borra de café era tratada como ciência até as invasões cristãs e para os Celtas onde esta cumpria o papel da astrologia até a invenção das revistas de fofocas.

Partindo de sérios estudos construí um sumário de observações que permitirão ao leitor interpretar, com base em sua preferência de café, as mais amplas facetas de sua personalidade. Note que por mais amplas me refiro especificamente as facetas que descrevo abaixo.

Também não se preocupe caso os resultados descritos sejam contraditórios com sua personalidade. Observei casos assim e asseguro que com algum esforço você poderá alterar sua personalidade e entrar em conformidade com os resultados obtidos, assegurando assim a validade do processo científico empregado.

Logo da wikipedia

Acima: “estudos sérios”

 

Café Filtrado

café filtrado

Ah, os tradicionalistas! Você aprecia as coisas como elas devem ser e não se deixa levar por modinhas passageiras. As pessoas passaram milhares de anos coando café, não vai ser agora que vão parar de fazer isso.

Para você o caminho é tão importante quanto o destino. O ritual é inseparável da completude da experiência. Acredita que existe um sentido nas coisas, uma razão para elas serem como são e que o prazer se encontra nos pequenos gestos e momentos. Sabe que não há nada como colocar a água para ferver, abrir aquela tampa do pote de café e dar uma cheirada profunda antes de despeja-lá no coador, seja filtro de papel, pano ou em situações mais extremas uma meia e depois coar, lentamente, quase num júbilo sexual. A glória cafeinada.

ritual pagão

OK, um POUCO MENOS de ritual pode ser bom para você

Provavelmente você toma seu café numa caneca, nada de xícaras contidas onde não cabe todo o necessário para começar o dia. Poderia ficar horas olhando para aquela fumacinha gostosa que sai, quase que num transe hipnótico. Essa é a sua yoga. Digo, além da yoga mesmo, que você com certeza faz. Todas as terças e quintas. Menos quintas. Quintas você falta e vai comer pizza.

Tem um colega que usa uma cafeteira elétrica e diz que é a “mesma coisa”. Secretamente você o despreza. Ele toma sempre aquele café ralo numa caneca com alguma piadinha do tipo “viciado em café”, sempre ao lado do controle do ar condicionado que parece achar ser propriedade dele.

Aparentemente você é uma pessoa rancorosa.

Menos terça durante a yoga.

O que entra nessa classificação: Café caseiro, coado no filtro de papel, na meia ou nas angústias do dia. Café de gente de bem.

Como se tornar uma pessoa melhor: tome puro, nada de açúcar ou adoçantes

Espresso

espresso

Você é uma pessoa prática mas sensível. Dedica grande parte do seu dia com o trabalho e isso pode levar a um desejo de gastar mais tempo com a família. Você afoga esse desejo num ristretto tirado de uma bela máquina de expresso que finalmente conseguiu que a diretoria colocasse no seu escritório.

As vezes durante a noite você acorda chorando e pensando “o que estou fazendo com minha vida”, mas ai lembra que sua máquina linda tem botões touchscreen, opções duplo ou lungo e que semana que vem vão colocar uma cadeira nova para você. De couro.

Seu sonho é se tornar a pesonificação do George Clooney nos comerciais da Nespresso. Na verdade o ideal seria virar um misto de George Clooney e 007. Pensando bem, Gerge Clooney daria um ótimo James Bond! Tem o problema dele não ser inglês e…

George Clooney

Foco, essa coluna precisa de foco

O que entra nessa classificação: Espresso, americano (espresos com mais água, chame de lungo para ser chic), duplos (espresso+espresso, o que poderia ser melhor?), curto (menos água e mais intenso, chame de Ristretto para tirar onda)

Como se tornar uma pessoa melhor: Dê preferência a ele curto

Café com leite

café com leite

A vida simples é seu mote. Isso te move até a padaria toda manhã, pra pedir aquele pingado com pão na chapa. Ou então aquele cafézinho com leite do fim da tarde pra segurar a fome. Aquele que você chama de Caff au Lat, pra alguém te perguntar o que é e dar a oportunidade de responder de forma super babaca “É frances. Sabe, todo verão vou pra Toulouse e me acostumei a falar assim”. Sabe, vida simples total.

Está numa fase em que se torna mais sensível, capaz de perceber os sentimentos dos outros e colocar-se em seu lugar. Especialmente colocar-se na frente daquela velhinha lerda, que leva horas para fazer qualquer pedido na padaria. Qual o problema dessas pessoas? A fila preferencial nunca fez sentido pra você. Afinal, se o aposentado não tem hora e você precisa chegar no trabalho as 9 você deveria poder passar na frente dele.

De repente assim você poderia chegar mais vezes na hora no trabalho, ganhar uma promoção e realmente passar as férias em Toulouse em vez de Cabo Frio. Talvez até pagar um curso de francês e aprender que o certo é Café au Lait.

O que? Também tenho direito de ser babaca de vez em quando.

O que entra nessa classificação: Pingado da padaria, café com leite tradicional

Como se tornar uma pessoa melhor: Sorria mais, caminhe meia hora por dia e ligue para sua mãe? Sei-lá, café com leite não muda muito.

Continua após publicidade:


Espressos com leite

machiatto

Uma pessoa aberta a mudanças, que se deixa levar pelas situações e que busca sempre dar um ar de graça na sua vida que normalmente é muito movimentada. E essa graça você dá com aquela espuma de leite deliciosa. Que se dane quanto engorda, a vida foi feita para viver!

Sabe, você é uma pessoa ousada. Cappucinos, lattes e machiatos são sua praia. Poderiamos até dizer que a forma como você mistura a espuma de leite no café, dando aquela longo “hmmm” depois do primeiro gole é uma representação simbólica produzida pelo seu inconsciente sobre o que gostaria de fazer com o George Clooney. Ou Pelo menos com a pessoa acima que toma expresso e que quer ser o George Clooney.

George Clooney

What else?

Pensando bem, talvez você esteja um pouco aberto a mudanças demais. Não que eu queira me meter entre você e o George, mas talvez fosse bom controlar um pouco todos esses impulsos. Ou pelo menos lavar a cafeteira depois.

Todo mundo do escritório usa ela. Coletividade poxa.

O que entra nessa classificação: Capuccinos, Lattes, Machiatos…

Como se tornar uma pessoa melhor: gaste menos tempo com reprises de ER

Café Solúvel

café solúvel

Olha, estou tentando, mas as coisas não podem ser assim. A vida não é fácil, a vida não tem atalhos, não é solúvel. Esse tipinho de café representa tudo que tem de errado nos dias de hoje. Todo mundo dá um jeitinho. Chama “coisa tipo” de “coisa”. Não é o mesmo Ok?

Se você quer um café, faça um café. Eu até entendo: seu dia é comprido, tem muito estresse, aquele babaca te deu uma fechada. Mas nesse ponto a aceitação da dificuldade é importante. Compreender e abraçar as dores pode elevar nossa capacidade de lidar com o mundo e nos ajudar a construir um futuro melhor.

E não vai ser abrindo mão de rituais tão fundamentais que vamos chegar lá! Você precisa coar o café, e coar assim, metaforicamente mas nem tanto, sua essência boa diante dos infortúnios! Não se deixe levar pelas tentações baratas daqueles que vendem um caminho fácil, aceite as durezas, arranje uma máquina de expresso ou faça em casa mesmo. E lembre sempre para quando lhe disserem que café solúvel é café de verdade, olhar no fundo dos olhos da vil criatura que lhe tenta e responder: “não mesmo”.

O que entra nessa classificação: Aquele pó esquisito que você joga na água quente e acha que dá em alguma coisa

Como se tornar uma pessoa melhor: Aprenda a fazer café

Continua após publicidade:


Meu Deus o que você está fazendo?

frapuccinos

Tá bom, tá bom, tá bom, volta pro solúvel! Qualquer coisa é melhor que isso, só por favor pare essa afronta a moral e os bons constumes a qual chamam os fariseus de Frapuccino.

Deus você está colocando mais chanitlly? É bom porque “fica docinho”? Não há limites em sua vilania? Parem essa criatura antes que eu cometa um ato de violência!

Então, sei que nos estranhamos mais acima, que fui duro quando você quis usar café solúvel, mas era pra gente dar umas risadas só. Não há necessidade de seguir em frente com… Não! Você vai bater isso com gelo? E leva calda de chocolate e granulado por cima?

café gelado

Abominável

Chega! Não vou tolerar isso. Olha, o cara do expresso pode ser meio paranóico com trabalho, mas sabia que ele almoça todo domingo com a mãe? A a moça do café filtrado, tudo bem que ela falta a yoga as vezes mas sabe quantas pessoas estão fazendo um esforço honesto de autoaperfeiçoamento e não desistem nas dificuldade? E daí que a pessoa do café com leite não fala francês, ela ajuda um asilo! E o expresso com leite até tem um fetiche bizarro, mas não é você que se chama tãoooo progressiva colocando gelo no café? Quem é você para julgar, frequentador de Starbucks!

Não. Todas aquelas pessoas são redimíveis. Elas tem falhas, mas posso ver pureza em seus corações.

Você não, você é uma pessoa ruim.

O que entra nessa classificação: Frappé, Irlandes(uísque e creme), Mazagran(copo alto, café e gelo, açúcar, limão rum e água) e outras aberrações

Como se tornar uma pessoa melhor: Reencarne

Descafeinado

OK, desisto.

O que entra nessa classificação: Café sem cafeína, Buchecha sem Claudinho

Como se tornar uma pessoa melhor: Ao menos escolha uma droga alternativa para se viciar.




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram