BIBLIOTECA NA GELADEIRA




novidades

Geladeiras velhas e quebradas foram pintadas com grafites e viraram estantes de livros em Sertãozinho (333 km de São Paulo). A intenção é incentivar a leitura na cidade.

O bibliotecário Haroldo Luís Beraldo, 30, autor da ideia, já instalou duas das criações no município.

Uma delas está no Clube Esportivo, e a outra, na sala de espera do Cejusc (Centro de Soluções de Conflitos e Cidadanias), da Justiça do Estado, recheada com um acervo variado.

A invenção abriga uma coleção completa sobre Sherlock Holmes, um exemplar de “As Teorias Selvagens”, da argentina Pola Oloixarac (destaque da Flip de 2011), livros infantis e outros estilos.

Beraldo é aluno da graduação da USP e seu projeto tem o apoio da Canaoeste (associação de plantadores de cana-de-açúcar), que mantém uma biblioteca na cidade que é gerenciada pelo estudante.

De acordo com ele, existe um projeto de instalar uma “geladeiroteca” em breve em algum ponto de grande circulação de público em Ribeirão Preto.

Via http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ribeiraopreto/2014/08/1495020-bibliotecario-espalha-livros-em-geladeiras-em-pontos-de-sertaozinho-sp.shtml




Facebook
Facebook
Twitter
LinkedIn
Instagram