A DELICADEZA DAS SEDAS

s2
A seda sempre foi símbolo de luxo, delicadeza e qualidade.
Não é à toa.
Fabricada com o fio produzido pelo do bicho-da seda, como todo mundo já sabe , esta técnica milenar foi trazida pela imigração japonesa para o Brasil, que é hoje o quinto produtor mundial de fios de seda, atrás apenas da China, Índia, Japão e ex-URSS, com uma participação de 2,7% no mercado mundial.
Esta mariposa se alimenta exclusivamente das folhas de amoreira e desova entre 400 e 500 pequenos  ovos, que se transformam em larvinhas de cerca de 1 mm. Quando as larvas atingem o tamanho máximo de 70 a 80 mm de comprimento, em cerca de 30 dias, passam a produzir os casulos, de onde se retira o fio da seda.
Impressionante, não?
Fico um pouco incomodada com os cuidados aos pobres animaizinhos e talvez a necessidade de haver um controle de seu uso.
No entanto, a beleza e suavidade do toque e a antiguidade da técnica são fascinantes.
Importadas ou nacionais, as sedas continuam sendo lindas e sofisticadas.

 

Artefacto - Fernando Piva

Artefacto – Fernando Piva

NAS CORTINAS, COLCHA E ALMOFADAS

NAS CORTINAS,  ALMOFADAS E COLCHA

 

Artefacto - Francisco Calio

Artefacto – Francisco Calio

Artefacto - Kerley Melo

Artefacto – Kerley Melo

NO SOFÁ

NO SOFÁ

NAS CORTINAS

NAS CORTINAS

UM SOFÁ DE DESTAQUE

UM SOFÁ DE DESTAQUE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Curta As Arquitetas no Facebook